gototopgototop
 
 
 
Sábado, 21 de Julho de 2018
 
 
Banda “Imprensa que Eu Gosto” 2018 reúne jornalistas novos e veteranos | Imprimir |  E-mail
Qua, 07 de Fevereiro de 2018 16:40

 

Após dois anos ausente das folias momesca, a banda “Imprensa que Eu Gosto”, do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJP/AM), retornou em grande estilo. A banda conseguiu unir várias gerações de profissionais da comunicação no último domingo, 04/02. Dezenas de jornalistas- foliões estiveram presentes no parque aquático do Olímpico Clube dançando ao som das bandas Meninos do Morro, do Jangadeiro, Spok Banda e Carlinhos do Boi.

Para a presidente do Sindicato, Dora Tupinambá, não há dúvidas de que a festa alcançou os objetivos da nova diretoria, que assumiu a entidade no início deste ano. “Queríamos retomar este evento que já é uma tradição da categoria. Foi ótimo porque a realização da festa foi um trabalho de equipe que envolveu toda a diretoria. Mas, principalmente, foi importante porque vimos várias gerações se confraternizando de forma alegre e descontraída.  E não queremos parar por aí. Queremos que a nossa categoria tenha o Sindicato como referência  no  dia-a-dia, na luta por direitos trabalhistas e melhores condições de trabalho”, ressaltou.

A presidente lembrou ainda as parcerias que permitiram a realização da banda que nasceu em 2006, como a direção do Olímpico Clube, presidida por Almério Botelho, e ao ex-presidente do Sindicato dos Jornalistas, Sebastião Assante, que agora integra a diretoria do clube; e aos jornalistas Mariolino Brito e Sidney Leite, que contribuiram diretamente para  a realização da festa.

“O acerto da nova gestão em aproveitar o carnaval para chamar os jornalistas, seja sindicalizado ou não, para, acima de tudo, dar o tem de união que a categoria precisa. A festa foi muito boa e organizada, mas também serviu para dar esse ‘start’ no Movimento Reconquista e reconquistar, de fato, os profissionais da área”, afirmou o jornalista Daniel Jordano.

Formada no final de 2017, a jornalista Milena Soares afirmou ter gostado do momento de descontração em grupo e que foi uma oportunidade para conhecer os demais. “Os jornalistas, normalmente, estão sempre trabalhando em época de carnaval. Então, a iniciativa de um bloco voltado para os profissionais foi excelente”, disse.

A jornalista Nely Pedroso ressaltou o encontro várias gerações. “Uma brincadeira que se fortalece a cada ano. Sem dúvida, foram momentos de diversão ao som de marchinhas, samba e toada, onde os todos puderam brincar de maneira saudável e rever amigos. Uma grande reconquista”, disse.

“Acredito que a banda agradou a todos, que dançaram e cantaram com a boa música e a oportunidade de reunir a ‘catiguria’ para celebrar novos tempos no sindicato” ressaltou a jornalista Ana Célia Ossame.

Com larga experiência em redação e assessoria de imprensa, a jornalista Marilza Mascarenhas ressaltou o empenho da atual gestão da entidade em resgatar a união da categoria, contemplando todas as áreas de atuação dos profissionais. “Seja de redação, assessoria, mídias sociais, todos estavam unidos. Além disso, foi o encontro de duas gerações: os que já estão militando na área e uma geração mais nova. Essa coisa da troca, de estar junto, e muito importante pra gente, para esse momento que estamos vivendo, para a gente poder analisar, mudar, rever cenários. A gente tem que se unir, não tem outro caminho. Independentemente de banda de carnaval, acredito que se iniciou um novo momento pro sindicato, esse é o meu sentimento. E acho que não pode parar, por mim, acho que tem que continuar e traçar novos momentos, novos pontos, novas discussões”, afirmou.

Quanto á organização do evento, ela afirma que considerou um sucesso. “O evento foi organizado e animado! Gostei das atrações, foi aconchegante desde a entrada; a cerveja estava gelada, as pessoas estavam animadas, foi um momento de muita descontração”.

 

 

Adicionar comentário

Seu apelido/nome:
seu email:
Assunto:
Comentário: