gototopgototop
 
 
 
Segunda-Feira, 20 de Maio de 2019
 
 
Notícias
Curso de pilotagem de Drones abre nova turma em abril | Imprimir |  E-mail
Qui, 11 de Abril de 2019 16:08

O curso "Pilotagem Profissional de Drones", realizado pela parceria entre o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJP/AM) e a empresa GDrones Amazônia, está com vagas abertas para abril, logo após a Páscoa. A oportunidade é para o turno da noite: de 22 a 26 de abril a partir das 18h.

Com carga horária de 20h, o curso dá direito a certificado emitido pela GDrones Amazônia e SJP/AM, além da carteirinha contendo o número do registro de piloto emitido gratuitamente pelo Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea).

Integrante das turmas de março, o repórter cinematográfico da Rede Amazônica, Orlando Júnior destacou os pontos positivos do curso. "O curso é bem dinâmico. Você recebe todas as informações sobre a legislação e segurança no espaço aéreo que muita gente não se atenta na hora de decolar um drone", disse.

O leque de atuação de um piloto também impressionou os alunos já que o equipamento pode ser usado, além da fotografia e filmagem, na engenharia e segurança pública e privada.

”A tecnologia é nova e muitos não têm noção do potencial. Agora, certificado e habilitado, me sinto mais seguro de levantar um drone sem receio de acidentes”, disse Gato Junior, também repórter cinematográfico da Rede Amazônica.

Pelo regulamento da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), aeromodelos, usados para recreação e lazer, e as aeronaves remotamente pilotadas (RPA), comumente chamados de drones, devem ser operados necessariamente por pilotos com registro.

O curso é aberto a profissionais de todas as áreas, uma vez que a pilotagem de drone se aplica às áreas de monitoramento ambiental, de trânsito, à engenharia civil, entre outros.

O curso tem valor de R$ 1 mil à vista e de R$ 1,2 mil para quem preferir parcelar até duas vezes no cartão de crédito. Para sindicalizados, o valor é de R$ 900 à vista e R$ 1,2 mil em até quatro vezes sem juros.

Mais informações: 99186-2981 e 98144-2373.

 
Finalistas do Prêmio Alltech de Jornalismo | Imprimir |  E-mail
Qui, 11 de Abril de 2019 11:39

Prêmio Alltech de Jornalismo 2019 divulga seus dez finalistas

O concurso, que recebeu 282 inscrições, anunciará os vencedores durante o One: Simpósio de Ideias Alltech no dia 19 de maio, nos Estados Unidos

O Prêmio Alltech de Jornalismo 2019 anunciou, nesta quinta-feira (04), os 10 finalistas selecionados pela equipe organizadora. Ao todo, 119 jornalistas, de 90 veículos, provenientes de 21 estados e do Distrito Federal, inscreveram 282 trabalhos, entre materiais audiovisuais e reportagens de jornais, portais e revistas. Foram selecionados cinco trabalhos em cada uma das categorias, sendo elas "Criação e Nutrição Animal" e "Agricultura".

Os critérios utilizados na avaliação das reportagens foram: adequação ao tema, relevância, utilização de fontes, densidade e exatidão do conteúdo e qualidade editorial e técnica. Entre os materiais inscritos, se destacaram temáticas como bem-estar animal, integração lavoura-pecuária-floresta, conservação e manejo do solo, utilização consciente dos recursos hídricos, produção orgânica na agricultura e proteína animal, além de soluções inteligentes para o agronegócio.

Os vencedores serão revelados ao público entre os dias 19 e 21 de maio, durante o One: Simpósio de Ideias Alltech, que ocorre na cidade de Lexington, no estado do Kentucky, nos Estados Unidos. O prêmio contempla a inscrição para o evento, passagem aérea e estadia de três noites em hotel cinco estrelas. A premiação é promovida pela Alltech, empresa líder mundial em saúde e nutrição animal e vegetal, e recebe apoio institucional da Associação Brasileira de Imprensa (ABI).

Confira os finalistas:

Categoria "Agricultura"

  • "Água sob medida" - Ariosto Mesquita, Revista Agro DBO

  • "Algodão brasileiro" - César Dassie, TV Globo SP

  • "Reúso da água" - Daniela Castro, TV Terra Viva

  • "A última fronteira agrícola do país" - Gustavo Porto, Agência Estado

  • "Uma safra no Norte, outra no Sul" - Joana Colussi, Zero Hora

Categoria "Criação e Nutrição Animal"

  • "Uso de colchões aumenta produtividade de gado leiteiro" - Dany Fran, RPC TV

  • "Pecuaristas do Pantanal de MS apostam na criação orgânica e sustentável" - Edevaldo do Nascimento, TV Morena

  • "Negócio de sucesso: camarão com tecnologia" - Ítalo de Lucena Pereira, TV Cabo Branco

  • "Caminho do Leite" - Valteno de Oliveira Santos, TV Band

  • "Bem-estar para as fazendas e os animais - Vinicius Galera, Revista Globo Rural

Sobre a Alltech:

Fundada em 1980 pelo empresário e cientista irlandês Dr. Pearse Lyons, a Alltech descobre e entrega soluções para a nutrição sustentável de plantas, animais e pessoas. Com mais de 100 unidades de produção global, a Alltech é líder em produção e processamento de leveduras e minerais na forma orgânica.

Nosso princípio orientador ACE busca desenvolver soluções que são seguras para os animais, consumidores e também para o meio ambiente. São mais de seis mil colaboradores espalhados pelo mundo que têm o compromisso de para trabalhar todos os dias para nossos consumidores.

A Alltech é uma empresa familiar - o que permite se adaptar rapidamente às novas necessidades do consumidor e a permanecermos focados em inovação de ponta. Sediada em Lexington, Kentucky, nos Estados Unidos, a empresa tem uma presença forte em todas as regiões do mundo. Para mais informações, visite www.alltech.com/news. Nos contate também pelo Facebook.

Informações para a imprensa

Camila Castro | Jorge de Sousa

Este endereço de e-mail está protegido contra spambots. Você deve habilitar o JavaScript para visualizá-lo.

Tel.: (41) 3018.8062 | 99972.1904

 
Curso de pilotagem de Drone do SJP/AM abre novas turmas em Março | Imprimir |  E-mail
Ter, 26 de Fevereiro de 2019 08:50

O curso “Pilotagem Profissional de Drones”, realizado pela parceria entre o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJP/AM) e a empresa GDrones Amazônia, abrirá novas turmas em março, logo após o Carnaval. As oportunidades são para os turnos da manhã e noite, em três datas específicas: de 11 a 15; 18 a 22 e de 25 a 29 de março. 
Com carga horária de 20h, o curso dá direito a certificado emitido pela GDrones Amazônia e SJP/AM, além da carteirinha contendo o número do registro de piloto junto ao Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea). Integrante da primeira turma, o repórter fotográfico Antônio Lima destacou que o uso do drone é uma ferramenta que veio somar aos avanços tecnológicos que ocorreram no fotojornalismo. “É uma ferramenta importante e, se você não se inteira dessas novidades, acaba ficando para trás. E agora você tem também os vídeos que pode fazer em tempo real, que é uma ferramenta muito usual ultimamente”, afirmou. Em relação ao curso, ele destacou a abordagem teórica, com todas as informações sobre a regulamentação, que é nova, e o fato de já sair certificado como piloto, apto para voar. “Não é apenas sobre aprender a voar, é uma questão de aprender a se posicionar no mercado e com qualidade”, explicou. “É o mais completo que já vi. As aulas teóricas são de excelente qualidade, conhecemos legislação e teoria sobre coisas que nunca imaginei que pudessem ser levados em consideração. Além disso, aprendemos sobre os tipos e os cuidados que se deve ter ao levantar os drones. O curso é de alto gabarito”, afirmou o repórter fotográfico Winnetou Almeida. “Gostei muito e o que mais me empolgou foi o leque de de atuação que um piloto de drone profissional passar a ter: podemos usaro equipamento na fotografia,filmagem, engenheira, topografia, segurança privada, entre outros. E sem falar na apostila com informações completar e a documentação e piloto profissional”, completou.Pelo regulamento da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), aeromodelos, usados para recreação e lazer, e as aeronaves remotamente pilotadas (RPA), comumente chamados de drones, devem ser operados necessariamente por pilotos com registro. O curso é aberto a profissionais de todas as áreas, uma vez que a pilotagem de drone se aplica às áreas de monitoramento ambiental, de trânsito, à engenharia civil, entre outros. O curso tem valor de R$ 1mil à vista e de R$ 1,2 mil para quem preferir parcelar até duas vezes no cartão de crédito. Para sindicalizados, o valor é de R$ 900 à vista e R$ 1,2 mil em até quatro vezes sem juros. Mais informações: 99186-2981 e 99478-3437.

 
Curso de pilotagem de drone tem certificação profissional | Imprimir |  E-mail
Ter, 12 de Fevereiro de 2019 16:37

Com vagas abertas para o mês de fevereiro, o curso "Pilotagem Profissional de Drones", do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJP/AM), em parceria com a empresa GDrones Amazônia, será ministrado pelo amazonense Christopher Paulo Benoliel Genu, 34 anos, habilitado em março de 2018 como instrutor de RPAS (sigla de remotely piloted aircraft systems) pelo Instituto de Tecnologia Aeronáutica Remotamente Controlada (ITARC), em Petrópolis (RJ). O ITARC possui referência internacional na formação profissional, implementação prática e pesquisa da tecnológia de aeronaves remotamente controladas.

Graduado em Ciência da Computação e com vasta experiência em tecnologia da informação em empresas como Total Linhas Aéreas e SATA Serviços Aeronáuticos Auxiliares, Christopher Paulo Benoliel Genu teve de completar a formação de pilotos e formação técnica, como pré-requisito para se capacitar como instrutor, com carga horária de 60h, para poder ministrar aulas com base sólida e eficiente no treinamento de pilotagem profissional de drones.

Como piloto e instrutor, Christopher, já prestou serviços aéreos em diversos segmentos em Manaus. Desde produções jornalísticas para TV Futura, por meio de um projeto realizado em parceria com a Fundação Rede Amazônica; aero-publicidade em associações e escolas de samba, como o Grêmio Recreativo Escola de Samba  Mocidade Independente de Aparecida; mapeamento de área para empresas de instalação de placas solar; até cobertura de eventos sociais, como o concerto de Natal da Banda Sinfônica do Amazonas e o treinamento de voo autônomo para empresas de segurança patrimonial, como a Action.

Sobre o curso de Pilotagem Profissional de Drones

Em Manaus, Christopher, desenvolveu um curso com métodos exclusivos para formação de pilotos que visa torná-los profissionais aptos para operar qualquer tipo de aeronave remotamente controlada do tipo classe III, até 25kg, com segurança e domínio de voo.

O futuro piloto contará com instrução qualificada e uma frota de drones como Phantom 4, Spark, Inspire e Mavic Pro, da Linha DJI, líder mundial em fabricação de RPAS. Atualmente os equipamentos são usados em coberturas jornalísticas, inspeção civil, mapeamento de terrenos, operações de segurança, vídeos publicitários, eventos sociais, entres outros.

Com carga horária de 20h, o curso dá direito a certificado emitido pela GDrones Amazônia e Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado Amazonas, além da carteirinha contendo o número do registro de piloto junto ao Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea).

O curso tem valor de R$ 1mil à vista e de R$ 1,2 mil para quem preferir parcelar até duas vezes no cartão de crédito. Para sindicalizados, o valor é de R$ 900 à vista e R$ 1,2 mil em até quatro vezes sem juros. Há a possibilidade de turmas específicas para órgãos e empresas com grande demanda de profissionais.  Mais informações: 99186-2981 e 99478-3437.

 
Sindicato dos Jornalistas apresenta Selo de Credibilidade ao MP/AM | Imprimir |  E-mail
Seg, 11 de Fevereiro de 2019 16:35

Em visita à nova procuradora-geral de Justiça do Amazonas, Leda Mara Nascimento Albuquerque, a presidente do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJP/AM), Auxiliadora Tupinambá, apresentou a proposta de criação do Selo de Credibilidade da entidade como forma de reconhecer boas práticas de jornalismo no Estado.

O encontro ocorreu na sede do Ministério Público do Estado do Amazonas (MP-AM) na última quinta-feira, 07/02/19, após a apresentação dos principais projetos e linhas de atuação do órgão à imprensa local.

"Nossa busca é pelo fomento ao jornalismo profissional por meio do reconhecimento dos veículos que exercem a prática diária dos critérios técnicos e éticos do exercício da profissão. A sociedade tem direito de saber onde a notícia é produzida segundo os parâmetros universais", afirmou Auxiliadora Tupinambá.

A presidente do SJP/AM lembrou ainda que a medida busca certificar a sociedade sobre o tipo de conteúdo que está consumindo, bem como de combater a proliferação de fake news por meio da preservação dos valores democráticos que norteiam o Código de Ética da profissão: "Art 1º - O Código de Ética dos Jornalistas Brasileiros tem como base o direito fundamental do cidadão à informação, que abrange seu o direito de informar, de ser informado e de ter acesso à informação".

Leda Mara Nascimento Albuquerque elogiou a iniciativa do Sindicato dos Jornalistas e comprometeu-se a ajudar a entidade com orientações e pesquisa jurídica sobre o tema, que recebeu cópia do documento. "A sociedade ganha, os veículos ganham, porque é um instrumento que serve como defesa das boas práticas, além de buscar uma forma de regulamentar o que é conteúdo verídico diferenciando-o da notícia falsa", afirmou.

O projeto do Selo de Credibilidade conta ainda com a contribuição de outros órgãos de fiscalização e controle, bem como com organizações da sociedade civil, para que possa ter efetividade após o lançamento.

Fotos: MP-AM divulgação.

 
Nove repórteres cinematográficos aptos para obter registro profissional de jornalista | Imprimir |  E-mail
Sex, 08 de Fevereiro de 2019 13:29

O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJPAM) divulgou nesta terça-feira (05/02) lista dos aprovados na prova prática do Exame de Certificação de Capacitação Técnica para Repórter Cinematográfico, realizada no dia 2 de fevereiro.

O processo, organizado pela Comissão de Registro de Repórteres Cinematográficos do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas – SJP/AM, tem como objetivo qualificar profissionais para obter o registro como jornalista na área de imagem na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego (SRTE).

SJP/AM é responsável pelo exame de aptidão técnica do candidato ao registro profissional de repórter cinematográfico e fotográfico, bem como diagramação e ilustração, por meio de parceria com a SRTE.

Confira a lista dos aprovados no portal do SJP/AM (www.jornalistasam.com.br) no link:

http://www.jornalistasam.com.br/index.php/noticias/1/2027.html

 
Aprovados - Resultado Final | Imprimir |  E-mail
Qui, 07 de Fevereiro de 2019 19:43

Lista dos Aprovados no processo de Certificação de Capacitação Técnica para Repórter Cinematográfico, organizado pela Comissão de Registro de Repórteres Cinematográficos do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas – SJP/AM,

1. Andreza de Araújo Jorge;

2. Carlos Eduardo Pinto Andrade;

3. Djard Lima de Souza;

4. Douglas Henrique Maria;

5. Josué Custódio da Silva;

6. Luiz Fernandes Alves de Freitas;

7. Mario Marcelo de Oliveira;

8. Reinaldo Ribeiro Feitosa;

9. Renato Belém Ramos.

 
Sindicato dos Jornalistas oferece curso de pilotagem de Drone em fevereiro | Imprimir |  E-mail
Ter, 05 de Fevereiro de 2019 11:13

Sindicato dos Jornalistas oferece curso de pilotagem de Drone em fevereiro O Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJP/AM), em parceria com a empresa GDrones Amazônia, realiza, de 18 a 22 de fevereiro, o curso “Pilotagem Profissional de Drones”, com turmas em três períodos: manhã, tarde e noite, na sede da entidade.

Com carga horária de 20h, o curso dá direito a certificado emitido pela GDrones Amazônia e SJP/AM, além da carteirinha contendo o número do registro de piloto junto ao Departamento de Controle do Espaço Aéreo (Decea).

Pelo regulamento da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), aeromodelos, usados para recreação e lazer, e as aeronaves remotamente pilotadas (RPA), comumente chamados de drones, devem ser operados necessariamente por pilotos com registro.

Além disso, só podem levantar vôo em áreas com no mínimo 30 metros horizontais de distância de pessoas e transeuntes, e cada piloto remoto só poderá operar um equipamento por vez.

Para operar um aeromodelo, as normas da Anac exigem o respeito à distância-limite de terceiros e às do Decea e Anatel. Aeromodelos com peso máximo de decolagem (incluindo-se o peso do equipamento, de sua bateria e de eventual carga) de até 250 gramas não precisam ser cadastrados junto à Anac. Já os aeromodelos operados em linha de visada visual até 400 pés acima do nível do solo devem ser cadastrados e, nesses casos, o piloto remoto do aeromodelo deverá possuir licença e habilitação.

Toda a regulamentação necessária está prevista no conteúdo programático que terá ainda aula prática e gratuidade para acúmulo de horas de voo. De acordo com o instrutor do curso, Christopher Paulo Benoliel Genu, formado pelo Instituto de Tecnologia Aeronáutica Remotamente Controlada (ITARC), no Rio de Janeiro (RJ), o aluno terá a oportunidade de aprender a pilotar os cinco tipos de drone mais comuns disponíveis no mercado atualmente.

A iniciativa visa capacitar e regulamentar a prática de pilotagem de drones hoje feita por vários veículos de comunicação. "Nosso objetivo é oferecer oportunidades de capacitação para profissionais que atuam na área de Comunicação que possa contribuir, de forma contínua, com a informação de qualidade e o exercício do jornalismo profissional", afirmou a presidente do SJP/AM, Auxiliadora Tupinambá.

O curso tem valor de R$ 1mil à vista e de R$ 1,2 mil para quem preferir parcelar até duas vezes no cartão de crédito. Para sindicalizados, o valor é de R$ 900 à vista e R$ 1,2 mil em até quatro vezes sem juros. Mais informações: 99186-2981 e 99478-3437.

 
EDITAL Nº 001/2019 – SJPAM - Processo de avaliação de candidatos para obtenção de registro de Repórter Fotográfico | Imprimir |  E-mail
Sex, 01 de Fevereiro de 2019 11:30

SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS NO AMAZONAS – SJPAM

COMISSÃO DE REPÓRTERES FOTOGRÁFICOS DO AMAZONAS

EDITAL Nº 001/2019 – SJPAM

 

O SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS NO AMAZONAS (SJPAM), por meio da COMISSÃO DE REPÓRTERES FOTOGRÁFICOS DO AMAZONAS, torna pública a abertura de inscrições e estabelece as normas para o processo de avaliação de candidatos para obtenção de registro profissional de Jornalista na função de Repórter Fotográfico.


1. DAS DISPOSIÇÕES GERAIS

1.1. A Certificação de capacitação técnica de Repórter Fotográfico se dará mediante processo seletivo nos termos deste edital;

1.2. A realização do processo seletivo ficará a cargo da Comissão de Repórter Fotográfico do Amazonas, instituída pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Amazonas (SJPAM).

1.3. O processo de seleção constará de 03 (três) etapas.

1.4. Este edital não prevê limite de inscritos e de aprovados, dependendo exclusivamente dos profissionais interessados em obter a certificação;

1.5. Poderão participar do processo de seleção, candidatos que concluírem o ensino médio em instituição reconhecida pelo Ministério da Educação e Cultura – MEC e que tenham, no mínimo, 02 (dois) anos de atividade remunerada na função de Repórter Fotográfico devidamente comprovado com portfólio de publicações em veículos de imprensa.

1.6. Aos aprovados no referido processo seletivo, será conferida a Certificação de Capacidade Técnica pelo SJPAM de que o aprovado é Jornalista na função de Repórter Fotográfico, possibilitando assim que o candidato possa solicitar seu registro profissional no Ministério do Trabalho.

2. DA INSCRIÇÃO

2.1. O período de inscrição para os processos seletivos compreendem os dias úteis entre 04 de fevereiro à 30 de Dezembro de 2019, de 2ª a 6ª-feira de 08h00 às 12h00 e 14h00 às 16h00.

O formulário de inscrição juntamente com o edital, estarão disponíveis na Secretaria SJPAM.

2.2. As inscrições serão efetuadas na Secretaria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Amazonas (SJPAM), localizado na Praça Santos Dumont, 15 – Centro, Manaus, Amazonas, CEP 69020-550, devendo ser obrigatoriamente apresentados os seguintes documentos:

- Cópia e original do Diploma de conclusão do Ensino Médio ou Diploma de Instituição de Ensino Superior.

- Cópia e original da Carteira de Identidade, CPF e Título de Eleitor;

-  02 (Duas) fotografias 3x4 recentes;

-  Pagamento de taxa de inscrição no valor de R$ 150,00 (Cento e cinquenta reais) à Secretaria do Sindicato ou através de depósito bancário identificado na conta do SJPAM (agência 0020, OP 003  C/C 0000028-4 – Caixa Econômica)

-  Cópia impressa do Curriculum Profissional atualizado.

-  Portfólio com coleção de trabalhos publicados em veículos de imprensa, devidamente registrados no Brasil ou Exterior, impressos (jornais, revistas) ou eletrônicos (sites de notícias), com no mínimo de 25 imagens dos últimos 2 anos, sendo que o ideal seja 1(uma) publicação/mês e de variadas editorias como: Cidades, Cotidiano, Cultura, Política e Esportes, podendo ser entregue impresso ou em CD ou DVD em arquivo PDF.

Os candidatos de outros municípios do Estado do Amazonas, podem optar pelo encaminhamento dos documentos relacionados no item 2.2 pelo Correio (Registrado ou Sedex) à Secretaria do Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Amazonas para endereço supracitado, com data de postagem até 10 de Dezembro de 2019.

2.3. Antes de efetuar o pagamento da taxa de inscrição, o candidato deverá certificar-se de que preencheu todos os requisitos para a participação no processo seletivo, principalmente os requisitos de documentação. A secretaria do SJPAM vai protocolar a documentação, não sendo responsável em avaliar se a documentação está completa ou não, isso é de inteira responsabilidade do candidato e a análise é de inteira responsabilidade da comissão.

2.4. Uma vez efetivada a inscrição, não será permitida qualquer alteração na documentação.

2.5. As inscrições que não atenderem aos critérios estabelecidos neste Edital serão indeferidas, não havendo qualquer possibilidade de devolução da importância paga, salvo em caso de cancelamento do processo seletivo.    

2.6. As informações prestadas no Formulário de Inscrição e documentação são de inteira responsabilidade do candidato, sendo responsável a Comissão de Repórteres Fotográficos do Amazonas em excluir do processo seletivo aquele que o preencher com dados incorretos, incompletos ou rasurados, bem como se for constatado dados fornecidos inverídicos ou falsos.

2.7. Não haverá qualquer hipótese de aceitação se a documentação estiver incompleta.

2.8. Cada pedido de inscrição constituirá um processo à parte, com todas as suas páginas numeradas sequencialmente e rubricadas pela Presidência da Comissão de Seleção, a comissão pode convidar outros profissionais Repórteres Fotográficos sindicalizados que estejam em dias com o sindicato para ajudar na avalição dos candidatos.

3. DO PROCESSO SELETIVO E DAS FORMAS DE AVALIAÇÃO

3.1. As inscrições ao processo seletivo estarão abertas durante todo o período de 2019 a partir da data e horários mencionados no item 2.1, as datas de avaliação serão marcadas pela comissão de acordo com a demanda de inscrições, os candidatos inscritos serão avisados com 10(dez) dias de antecedência das datas de suas avaliações.

1- Etapa - Homologação da inscrição por meio de análise da documentação apresentada;

Avaliação do Currículo Profissional;

Análise do Portfólio; (25 fotografias publicadas em veículos de Imprensa)

2- Etapa – Prova Teórica

3- Etapa - Prova Prática

3.2. Todas as Etapas do processo de seleção são eliminatórias, sendo 70 (setenta) a nota mínima para aprovação;

3.3. A nota final será calculada como a média ponderada entre as etapas: Etapa 01 (pontuação 30), Etapa 02 (pontuação 30), Etapa 3 (Pontuação 40)

3.4. Da 1- Etapa – Análise da documentação de inscrição.

a) A Comissão de Seleção analisará a documentação entregue pelos candidatos no ato da inscrição e realizará a homologação, quando será divulgado no site e no mural da secretaria do sindicato, a relação dos aprovados apto a fazer as provas;

Currículo Profissional

b) Do currículo: Falar um pouco da experiência profissional, empresas que trabalhou ou trabalha, cursos na área que pleiteia a certificação.

Análise do Portfólio

c) Do portfólio: Serão ponderadas as qualidades técnicas e jornalísticas das matérias apresentadas pelo candidato. O portfólio é o cartão de visita do repórter fotográfico, diversidade, criatividade, sensibilidade, carga de informação jornalística, domínio da luz, e do equipamento são características importantes para a avalição.

d) Os candidatos inscritos pelos correios terão sua documentação, Curriculum e portfólios analisados e a divulgação do resultado dessa etapa será feita no quadro de avisos do SJPAM e via e-mail ou telefone.

3.5. - Da Prova Teórica

a) A prova Teórica será composta de 30 questões, entre objetivas e subjetivas e uma redação com tema da atualidade. A avaliação da prova considerará os seguintes aspectos:

- Grau de domínio do tema e coerência interna do texto (introdução, desenvolvimento e conclusão)

- Os temas enfocados serão:

- História da Fotografia, técnicas fotográficas, Objetivas, fotojornalismo, ética, direito autoral, composição, conhecimento do equipamento e suas funções.

b) O candidato deverá comparecer ao local da prova com antecedência de trinta minutos do horário estabelecido para o seu início, munido de caneta esferográfica (tinta azul ou preta) e de documento de identificação com foto.

c) Não será permitido o ingresso de candidatos, após o horário previamente marcado para o início das provas.

d) Durante a realização das provas não será admitida qualquer espécie de consulta ou comunicação entre os candidatos, uso de celulares ou aparelhos eletrônicos estão proibidos.

e) O candidato que não comparecer para realizar a prova estará automaticamente eliminado do Processo Seletivo.

3.6. Da 3 - Etapa – Prova Prática

a) A prova prática será composta por uma pauta de avaliação a ser executada pelo candidato.

b) O Assunto será enviado ao e-mail do candidato sempre um dia antes da data da prova, o candidato só poderá iniciar a pauta a partir das 5:00h da manhã do dia seguinte e terá até as 18:00h do mesmo dia para enviar as fotos para o e-mail do qual recebeu a pauta, com as seguintes especificações:

c) 7 a 10 fotos editadas (correções básicas) em formato JPEG lado maior com 3000 pixel, cada imagem deverá estar com no mínimo 1(UM) e no máximo 1.5 MB de tamanho, devem ser legendadas usando o Lightroom ou Photoshop com as legendas inseridas nos metadados seguindo o padrão IPTC ( Os campos autor, assunto, data, título  e descrição devem está completos), legendas escritas no nome do arquivo, ou em documento anexo, não serão aceitas, os arquivos devem ser renomeados na sequência: Seu nome _01.jpg, seu nome _02.jpg... Não são aceitas manipulações, montagens, nem qualquer tipo de arte digital. Em caso de dúvida, a Comissão poderá solicitar o arquivo bruto para checagem.

4 - DA CLASSIFICAÇÃO FINAL

4.1. Não há número limite de candidatos aprovados;

4.2. Todos os aprovados terão direito ao Certificação de Capacitação Técnica de Repórter Fotográfico.

4 - DA DIVULGAÇÃO DO RESULTADO FINAL

a) Local: Os resultados das avaliações feitas durante todo o período, estarão disponíveis no Quadro de avisos do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Amazonas, no site www.jornalistasam.com.br 5(cinco) dias após o final de cada processo de avaliação.

Manaus, 1º de Fevereiro de 2019.

Diretoria

SINDICATO DOS JORNALISTAS PROFISSIONAIS NO ESTADO DO AMAZONAS – SJPAM

 
Buteco dos Jornalistas inaugura nesta sexta-feira (1/02) com Esquenta da Banda Imprensa Que eu Gosto | Imprimir |  E-mail
Qua, 30 de Janeiro de 2019 12:17

Ao som de samba, música popular amazonense, marchinhas e boi bumbá, o Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas (SJP/AM) realiza, nesta sexta-feira (1º/02/19) o primeiro “Buteco dos Jornalistas” de 2019, com o esquenta da Banda Imprensa que eu Gosto, tradicional bloco da categoria que este ano traz como tema o fenômeno das “Fake News”.

O evento acontece na sede da entidade – Praça Santos Dumont, nº 15 – Centro, próximo à casa do Eletricista e à padaria Lindopan – a partir das 18h, com cerveja gelada, música, bate-papo e reencontros. A partir das 20h, a banda Canto da Mata é a responsável pela animação do esquenta.

"Esta é uma forma de buscarmos a integração entre os novos associados e os antigos, além de apresentarmos nossa sede e nossas propostas a quem quiser conhecer melhor o que faz o Sindicato dos Jornalistas. O buteco, na verdade, é nome do evento que queremos realizar durante todo o ano de 2019", afirmou o vice-presidente do SJP/AM, Arnoldo Santos, responsável pela parte social da entidade.

A ideia, segundo Arnoldo Santos, é ter um ponto de encontro da categoria, na saída do trabalho e que sirva de aquecimento para outras baladas. “Estamos atentos também à questão da segurança: teremos um reforço para receber os colegas, amigos e familiares”, afirmou.

Na ocasião, o jornalista, músico e compositor David Almeida, responsável pelas marchinhas da banda Imprensa que eu Gosto, apresentará a música deste ano, como forma de aquecimento para o dia oficial da folia da categoria, prevista para 22 de fevereiro de 2019.

SERVIÇO

O QUÊ: Estreia do Buteco dos Jornalistas – Esquenta da banda Imprensa que eu Gosto

QUANDO: 01/02/2019

HORÁRIO: A partir das 18h

LOCAL: Sede do SJP/AM (Praça Santos Dumont, nº 15 – Centro) – Informações: 3234-9977

 
COMUNICADO - Lista dos aprovados na segunda etapa - PROVA TEÓRICA | Imprimir |  E-mail
Ter, 29 de Janeiro de 2019 11:55

Lista dos aprovados na segunda etapa, Prova Teórica, do processo de Certificação de Capacitação Técnica para Repórter Cinematográfico, organizado pela Comissão de Registro de Repórteres Cinematográficos do Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado do Amazonas – SJP/AM,

1. Andreza de Araújo Jorge;

2. Carlos Eduardo Pinto Andrade;

3. Djard Lima de Souza;

4. Douglas Henrique Maria;

5. Josué Custódio da Silva;

6. Luiz Fernandes Alves de Freitas;

7. Mario Marcelo de Oliveira;

8. Reinaldo Ribeiro Feitosa;

9. Renato Belém Ramos.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 Próximo > Fim >>